E ai, Comofaz? – Ônibus

Uma nova série de posts vai começar agora: “E ai, comofaz?”. Segunda feira é o dia mais sofrido de 99% da população ativa do mundo. Por isso para tentar ajudar aos que, assim como eu, não aguentam esse dia que o inferno se encontra com a terra. Essa série de posts será postada toda a segunda com dicas sobre coisas aleatórias que podem facilitar um pouco o seu dia-a-dia.

No episódio de hoje: Ônibus

O inimigo

Se o inferno precisasse de um meio para levar todas as almas da terra para o inferno da maneira mais incômoda, chata e desconfortável possível, esse meio de transporte seria o Ônibus. Além de um lugar hostil e muito pouco convidativo, as vezes o ônibus é a única forma de deslocamento do sujeito ser humano. Desconfortável e indispensável, é difícil achar meios de se deixar esse ambiente maligno um pouco mais cômodo. Porem aqui vão dicas (obvias) de como deixar sua viagem mais tranquila.

Dica 1: Carregue sempre um fone e música.

-Música é a melhor maneira de conseguir não escutar aquela velha fofoqueira gritando com a amiga sobre as novidades, ou o funkeiro/pagodeiro que colocou seu tocador no volume máximo sem fones de ouvido para que todo o transporte conseguisse perceber qual seu gosto musical. A música no ônibus pode servir inclusive para que você caia no sono, sem ela sua viagem fica muito mais difícil. Se você se preocupa com assalto em ônibus e não gosta de mostrar que está ouvindo música, esconda os fones com o cabelo ou com um capuz, ou então coloque apenas um dos fones no ouvido. Você ainda vai escutar quase tudo no ônibus, mas só o som da música já vai te ajudar a sobreviver.

 

Garota esperta

Dica 2: Não tenha medo d’água

-A pior coisa que um ônibus lotado, é um ônibus lotado com todas as janelas fechadas. Como se já não bastasse o calor humano que consome o local e a mistura de todos aqueles “perfumes” com o ônibus “arejado”, imagine se a passagem de ar para a atmosfera agradável do lado de fora for fechada? Em casos de chuva isso sempre acontece, todos fecham a janela para evitar que se molhem. Garanta sua liberdade e seu ar fresco, molhe-se e pense na chuva como um fator extra de refrescância. Lembre-se, se você fechar a janeça, você irá se molhar do mesmo jeito, mas de suor.

 

E isso sem ar dentro?!

Dica 3: Se o espaço for curto, não sente.

-Você pode achar que, mesmo seu joelho arranhando banco a frente e incomodando para caralho, sentar é melhor que ficar em pé. Não se engane. Sua viagem será ainda mais estressante caso você sente. Se for alto, não pense que sentar fará você escapar das pessoas esfregando-se em você, o que antes passava em suas costas agora está diante de seus olhos. Sem falar que a dor em seu joelho não irá parar quando você levantar.

PS: Em casos de emergência como “acabei de sair do bar”, onde você não consegue ficar em pé, sentar é ESSENCIAL.

Dica 4: Chão não foi feito apenas para pisar

-Você pode sentir nojo de colocar uma mochila no chão, porem lembre-se que ela em suas mãos, costas, peito ou seja lá onde estiver só irá atrapalhar a passagem alheia e a sua tranqüilidade. Sempre que alguém esbarrar em sua bolsa ou mochila, você irá sentir um leve desconforto. O chão pode não ser muito limpo, mas caso você aloje sua mochila alí, entre suas pernas, você poderá vigiá-la sem problemas e ainda livrará um peso do corpo e da passagem. Se alguém se oferecer para segurar sua mochila, melhor.

 

Esse chão pode ser seu amigo!

Dica 5: Ambulantes podem ser chatos, mas são necessários

-Por mais que você diga que a existência dos vendedores ambulantes seja irrelevante, lembre-se que quando você sentir fome, sede, uma louca vontade de comprar um descascador de frutas e legumes, precise de um presente para uma amiga ou namorada, ou perceba que seus dentes estão sujos e você esqueceu a escova; o vendedor ambulante que irá ter os itens que você precisa, incluindo a escova de dentes e cortadores de batatas.

Dica 6: Paciência é essencial

-Essa é a mais obvia, porem mais importante. Arrumar qualquer confusão dentro do ônibus não é um bom sinal. Primeiro por que o espaço é pequeno, segundo por que você nunca sabe o que pode acontecer. Não desrespeitar ninguém, evitar confusões e discussões e sempre respeitar os assentos preferenciais e pessoas idosas é a melhor maneira de respeitarem seu espaço. Quem sabe agindo assim, a senhora a qual você cedeu o lugar não irá segurar sua mochila?

Dica 7: Se puder ir andando, vá.

-Essa é auto explicativa. Evite o ônibus, se você puder usar qualquer outro meio de locomoção mais tranquilo e harmonioso, não hesite.

 

Há muitas outras dicas, mas essas são as que eu acho principais. Tem algo errado? Quer acrescentar mais alguma coisa? Adorou? Achou um lixo? Poste isso nos comentários!

Deixe um comentário

Arquivado em Comofaz?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s